sexta-feira, 4 de maio de 2018

- Crônica -

BRASIL SAQUEADO: 
SOBRE A ENDÊMICA CORRUPÇÃO
 por Raquel Mendonça*

Não tenho a menor dúvida de que Marcelo Odebrecht falou a mais "pútrida" verdade sobre o "eficiente e vergonhosamente vultoso" desempenho do Setor de Propinas da empresa!... Afinal, o imenso país de poucos continua o mesmo de sempre, só que agora devida e mais amplamente desmascarado!...

O "Escândalo dos Aloprados" - loucos por dinheiro público -, regado a bebida e despudor, ainda ressoa no nosso pobre, "Rico País da Corrupção"...

Muitos são os presos e processados, finalmente, no maior "Escândalo  de Corrupção do país", mas os falsos "Padrinhos e Madrinhas do Povo" continuam posando de honestos e inocentes (nunca sabem de nada...), rindo da cara do pobre e roubado povo brasileiro, sem mais postos, hospitais, mais remédios, mais escolas - a saúde e a educação em quase completo caos nacional -, assim como a essencial alimentação, o pão puro de cada dia, ou seja, mais vida e dignidade...

 A Odebrecht ("Delação da Odebrecht") é apenas uma das grandes empresas envolvidas na prática criminosa das indecorosas propinas... Quais e quantas outras empresas mais estão ligadas até o pescoço em licitações fraudulentas, com rios, mares, oceanos de dinheiro público descendo aos milhões, bilhões (de dólares...) malas, cuecas, bolso abaixo de políticos corruptos, via dinheiro de empresas incluídas nos muitos - põe muitos nisso -, maquiados e desenfreados, obscenos esquemas de corrupção, com os "resultados" das repetidas e seguidas negociatas voando, depois, a conhecidos paraísos fiscais?!

Corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro viraram brincadeira nesse país comandado, em grande parte, nas mais diversas esferas, níveis de poder, órgãos e setores em geral, dos menores aos maiores, por pessoas sem princípios morais elevados - sem o menor, nenhum princípio moral, na verdade -, capazes de todo tipo de incorreção, sujeira mesmo, falta de seriedade, dominadas pela desonestidade, ilegalidade, com a fome de dinheiro alheio indo longe!...

A lavagem desavergonhada de dinheiro "$ujo" continua com a maior cara de pau e paisagem do mundo, como se estivesse tudo certo, sem problema algum; como se as coisas e as causas estivessem correndo dentro da maior normalidade do mundo!... Afinal, a maioria dos políticos pensa mesmo no povo?!

A ética, a honradez, a integridade viraram piada no país onde os bons são maltratados, vítimas de gente maldosa, cruel e inescrupulosa; os honestos desrespeitados, perseguidos e prejudicados em suas funções e salários; os sérios atingidos por piadas, pechas, assédios morais e armações, injúrias, calúnias, tramas sórdidas, imundas, desprezíveis, vis, baixas, monstruosas, urdidas por indivíduos de currículo pessoal e profissional cheios de manchas e misérias as mais abjetas, visando denegrir a sua imagem, conquistada com máximo rigor e compromisso com o que é extremamente certo, correto, honesto, tentando tornar a verdade desacreditada, como se a mentira tivesse garantia divina de sustentabilidade, lembrando que "Ninguém derruba quem tem Deus como estrutura"! E você ainda tem de ouvir a "confissão": "você é dura na queda, heim?!"

Processados ou condenados (até quando?) por corrupção, lavagem de dinheiro e cia iltda. abocanhando o dinheiro do povo, para bancar luxo, mansões, carrões, aviões, apartamentos, fazendões; o caviar e o champagne de cada dia...

Que país é esse?! Esta pergunta já foi feita. De quem continua sendo este país? Dos espertos, malandros, desonestos, loucos, doidos pelo dinheiro do povo?!!! "Brasil/ Mostra a tua cara/ Quero ver quem paga/ Pra gente ficar assim./ Brasil/ Qual o teu negócio?/ O nome do teu sócio?/ Confia em mim..."

Simples e terrível assim!... Mas, por favor ou por amor à justiça, compromisso com a verdade e a honestidade, "escolha o bem, acredite que pode, seja ético, pois a ética é fundamental à espiritualidade". E não desista nunca e por nada da correção! Resta lembrar Isaias (33 - 14,15): "O que anda em justiça e fala o que é reto; o que despreza o ganho de opressão, recusa receber suborno (...)"

* Jornalista, escritora (poetisa e cronista), historiadora e Promotora Cultural
Membro da Academia Montes-clarense de Letras/AML, da Academia de Letras, Ciências e Artes do São Francisco - ACLECIA, do IHGMC (Membro Honorário)

| TRANSLATE THIS PAGE |